segunda-feira, 18 de março de 2013

Como O continente africano é dividido geograficamente e politicamente nos dias atuais? Como essas divisões foram realizadas e quais as principais diferenças entre a chamada África Negra e África Branca?

Texto: Karen Hüsemann
O continente africano é banhado por dois oceanos: 

· Atlântico – lado oeste 

· Índico – lado leste 


Possui dois mares que separam do seu continente o oriente médio (Ásia): 


· Mar Mediterrâneo – ao norte 

· Mar Vermelho – ao nordeste 


O continente africano divide-se em cinco sub-regiões que são: 

· África do norte; 

· África ocidental; 

· África central; 

· África oriental e 

· África do sul. 



África do norte

São sete os países que pertencem a essa região. 



1) Argélia; 

2) Egito; 

3) Líbia; 

4) Marrocos; 

5) Mauritânia; 

6) Saara Ocidental; 

7) Tunísia. 



Estes países ocupam duas regiões distintas: a faixa junto ao Mediterrâneo, com clima ameno e úmido, e o sul que ocupa parte do deserto do Saara. 

A população que predomina nesta área é em sua maioria árabe. 

As línguas dominantes são: 

· Árabe e 

· As línguas berberes 

A religião que predomina nessa região é a muçulmana. 



África Ocidental 

São quinze os países que pertencem a esta região que se localiza a noroeste do continente africano: 

1- Benin; 

2- Burkina Faso; 

3- Cabo Verde; 

4- Costa do Marfim; 

5- Gâmbia; 

6- Gana; 

7- Guiné; 

8- Guiné Bissau; 

9- Libéria; 

10- Mali; 

11- Níger; 

12- Nigéria; 

13- Senegal; 

14- Serra Leva e 

15- Togo 



A maior parte desses países foi colônia francesa, porém Benin (colônia inglesa), Guiné Bissau e Cabo Verde ( colônia Portuguesa) e Libéria ( não localizada). 

È uma região rica em minério como: ferro, bauxita e estanho. Também o marfim durante muitos séculos. 

A Nigéria é rica em matéria-prima como o petróleo e o gás natural e apresenta uma das maiores densidades demográficas do continente. Os outros países em sua maioria tem na agricultura, sua atividade econômica mais forte. 





África central 

São nove os países que compõe esta região, apresentando uma das menores unidades culturais e geográficas propostas pela ONU (2009). Dentre eles: 


1- Angola; 

2- Chade; 

3- Congo; 

4- Camarões; 

5- Gabão; 

6- Guiné Equatorial; 

7- São Tomé e Príncipe; 

8- República Centro-Africana e 

9- República Democrática do Congo. 



A proposta é de não classificar para a região central, países que banham o oceano Atlântico ou que não estão mais ao sul, como Angola, ou mais para o oeste como a ilha que compõe São Tomé e Príncipe. Segundo o departamento de estatística da ONU, os critérios para definir a região, seguem convenções do dia a dia para que seja possível compreender melhor as regiões do planeta. 



Fronteiras: 


· Oeste – oceano Atlântico 

· Norte – deserto Saara 

· Leste – regiões dos lagos 

· Sul – fronteiras do Zimbábue e da Namíbia 



Esta região é uma das mais pobres, por apresentar baixo índice de desenvolvimento humano e de industrialização (IBGE; ONU, 2009). Por esta razão, existe um bloco econômico, que tem por objetivo e desenvolvimento econômico da região, denominado Comunidade Econômica e Monetária da África Central (ECCAS), desta participam os seguintes países: Chade, Congo, Camarões, Gabão, Guiné Equatorial e República Centro-Africana. 

Região que mais conheceu colonizadores e que sofreu a ação dos portugueses, belgas, italianos, alemães, franceses, ingleses e espanhóis. Outra característica marcante desta região é que Angola, cuja língua oficial é o português, foi um dos países que mais forneceu homens ao Brasil, na condição de escravos. 



África Oriental 


Composta por 19 países, é a maior região geográfica do continente africano. Dentre eles: 


1- Burundi; 

2- Comoros; 

3- Djibuti; 

4- Eritréia; 

5- Etiópia; 

6- Quênia; 

7- Madagascar; 

8- Malauí; 

9- Ilhas Maurício; 

10- Mayotte; 

11- Moçambique; 

12- Reunión; 

13- Ruandor; 

14- Seychelees; 

15- Somália; 

16- Ugandor; 

17- Tanzônia; 

18- Zâmbia e 

19- Zimbábue. 



Fronteiras: 


· Norte – Saara (Egito) 

· Sul – África do Sul 

· Oeste – República Democrática do Congo 

· Leste – Oceano Índico 

O ponto mais oriental é formado por Reunión e pelas Ilhas Maurício. 



Divisão política: 


A divisão política dessa região foi estabelecida com as colonizações do século IX. 

Dominada em grande parte pelos ingleses, recebeu ação dos portugueses ( Moçambique) e Belgas (República democrática do Congo e Ruanda). 

A língua predominante é o swhili, falada por mais de 50 milhões de pessoas no continente, apesar do longo domínio do inglês. 

Essa região obedeceu a um caráter mais cultural do que geográfico, porém também se encontra inferior à média mundial o seu índice de desenvolvimento humano. 



Economia: 



A região apresenta menor índice na industrialização em centros urbanos aos encontrados na África do Norte e na África do Sul, a agricultura de subsistência é predominante. Rica em recursos minerais, assim como na África ocidental e oriental. 

A população divide-se praticamente igual a quem vive no campo e os que vivem na cidade. 




África do Sul 


Composta por seis países, sendo a menor sub-região do continente africano. Dentre eles: 


1- África do Sul; 

2- Botsuana; 

3- Lesoto; 

4- Namíbia; 

5- Suazilândia e 

6- Zimbábue. 


A divisão cultural do continente Africano se dá em África Branca e África Negra. Dentre as quais irei explicar as principais diferenças. 

· África Islâmica ou África Branca: 
Situada ao norte, os países que compõe essa região são: Argélia, Egito, Líbia, Marrocos, Mauritânia, Saara ocidental e Tunísia. Sua principal forma religiosa é o islamismo e a maior parte da população é falante da língua árabe. 

· África Subsaariana ou áfrica Negra:
Situada ao sul do continente, a maior parte da população que vive ao sul da África é formada por negros. A principal forma religiosa é a animista (candomblé, umbanda, magia negra, etc.) que são religiões nativas. 


Toda essa divisão da África se deu pelas reivindicações europeias conflitantes ao território africano entre a década de 1880.

Referências: Caderno de referencias de conteúdo -Centro Universitário Claretiano 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Saudações, caro(a) amigo (a)!
Gostaria muito que você deixasse o seu comentário nesta postagem!
Grata
Karen Hüsemann

Acesse o Canal do Ensino

Acesse o Canal do Ensino

Onde História Estudo Aqui Atinge?

Sugestão de vídeos

Loading...

Notícias do Café História

[1] Notícias:
 Egito Antigo: revelação de espanhóis

Uma missão de arqueólogos espanhóis e egípcios fez uma descoberta em uma tumba no sul do Egito que abre portas à reinterpretação da cronologia faraônica, pois poderia demonstrar que Amenhotep III e seu filho Amenhotep IV, conhecido como Akenaton, reinaram juntos. [Leia mais]

[2] Mural:
 Morre Stuart Hall | Arqueologia

Considerado o pai do multiculturalismo, o sociólogo jamaicano Stuart Hall faleceu hoje aos 82 anos. A notícia foi noticiada nesta segunda-feira, dia 10 de fevereiro de 2014. E mais: Lançada em 1863, a Revista do Instituto Arqueológico, Histórico e Geográfico Pernambucano (IAHGP)está recebendo artigos e outras contribuições em fluxo contínuo. [Leia mais]

[3] Fórum:
 Como avaliar o legado de Stuart Hall?

Participe do nosso mais novo fórum, dedicado ao sociólogo jamaicano falecido ontem, Stuart Hall, considerado o "pai" do multiculturalismo. O título do fórum é: Stuart Hall: como avaliar o seu legado sociológico? [Leia mais]

[4] Livro:
 Memórias da Segunda Guerra Mundial

Em “Memórias da Segunda Guerra Mundial” (em dois volumes), Winston Churchill relata, com uma escrita lúcida e incisiva, as raízes e o desenvolvimento da Segunda Grande Guerra do ponto de vista de quem viveu com intensidade os acontecimentos. Considerada uma obra-prima da literatura do século XX, estas Memórias ultrapassam qualquer gênero e constituem um clássico de leitura obrigatória. [Leia mais]

[5] Cine-História:
 Memórias de Salinger

Chega aos cinemas brasileiros o documentário de Shane Salermo, intitulado "Memórias de Salinger". O filme conta com a participação de Phillip Seymour Hoffman, Edward Norton John Cusack e muitos outros. [Leia mais]

[6] Documento: 
Propagandas antigas

Propaganda retirada da revista A Lua, edição nº10, conta um pouco mais sobre o ano de 1910. [Saiba mais]

[7] Conteúdo da Semana:
 Hemeroteca de Lisboa

Hemeroteca de Lisboa digitaliza parte de seu acervo e disponibiliza na internet, gratuitamente, milhares de documentos que ajudam a contar mais de três séculos da história da imprensa em Portugal. [Leia mais]

Visite Cafe Historia em: http://cafehistoria.ning.com/?xg_source=msg_mes_network





1] Notícias:
 Cemitério de escravos no quintal de casa

Em 1996, durante uma reforma, família descobriu ossadas debaixo da casa. A princípio, desconfiou que fossem de cachorros, até encontrarem várias arcadas dentárias humanas. E mais: sítio arqueológico é descoberto atrás da antiga Estação Leopoldina. Relíquias da família imperial estavam no subterrâneo do terreno, numa antiga área de descarte [Leia mais]

[2] Mural:
 Direita e Autoritarismo

Entre os dias 18 a 22 de novembro de 2013, acontecerá nas dependências do Instituto de Ciências Humanas da Universidade Federal de Juiz de Fora, a 30o Semana de História da UFJF: “As Faces de Clio e os Desafios da História”. E confira também: Já se encontra online o novo número da Revista Debater Europa, subordinado ao tema "diálogos europeus", coordenado por Isabel Maria Freitas Valente e Alexandra Aragão. [Leia mais]

[3] Evento:
 Profissão Historiador

Acontece na Fundação Casa de Rui Barbosa, entre os dias 13 e 20 de setembro, um bem-vindo debate aberto sobre a profissão de historiador. [Leia mais]

[4] Nosso Livro:
 O Flautista do Rei

Ex-Ministro do Governo Sarney escreve autobiografia que ajuda a entender uma precisa parte de nossa história [Leia mais]

[5] Cine-História:
 Rush

Fãs de automobilismo (e do bom cinema) podem comemorar, pois acaba de chegar aos cinemas o filme "Rush - No Limite da Emoção" ("Rush", no original, em inglês), drama dirigido por Ron Howard que conta a história da maior rivalidade já vista na Fórmula 1, entre os pilotos Niki Lauda e James Junt. [Leia mais]

[6] Documento: 
Revolução Francesa

Decreto da Assembléia Nacional francesa estabelece os novos departamentos administrativos da França. [Saiba mais]

[7] Conteúdo da Semana:
 Filosofia - Entrevista

Relembre nossa entrevista com o professor Eduardo Jardim (PUC-RJ). O tema? Filosofia [Leia mais]

Visite Cafe Historia em: http://cafehistoria.ning.com/?xg_source=msg_mes_network